Aumente sua bolha! O mundo é maior do que você imagina!

Faço este texto não para você que deseja se tornar produtor de conteúdo ou redator.

Faço este texto não para você que se interessa por publicidade ou marketing.

Faço este texto não para você que se diz diferentão e eclético.

Faço este texto para você, pessoa comum, que vive em sua bolha. Aquela bolha que criamos para nos proteger do desconhecido, popularmente chamada de zona de conforto.

Com certeza já tive minha bolha, a qual eu não saía por nada, nem que pagassem. Na verdade, ainda a tenho, e continuo a viver dentro dela. O que acontece é que, através de um grande amigo, descobri um conceito bastante interessante que gostaria de compartilhar com você.

O segredo não está em sair de sua zona de conforto, mas sim em aumentá-la.

Ao aumentar nossa bolha, conseguimos experimentar novas possibilidades, ter novas aventuras e, ainda assim, não nos sentir desconfortáveis.

Quer um exemplo bem prático, e até simplório? Bom, imagine seu gosto musical.

Vamos dizer que você gosta de sertanejo, mas não gosta nem um pouco de pagode ou funk. Pois bem, na maioria dos casos esse “não gostar” está simplesmente resumido em “nunca nem tentei ouvir”. Eu sei, já fui assim, não se preocupe.

Então, em um caso como esse, se você se permite experimentar o funk e, quem sabe, acaba gostando, você não está excluindo o sertanejo de seu gosto. Assim, você não saiu de sua bolha sertaneja e entrou em uma bolha funkeira.

Você apenas adicionou algo a mais em sua já existente zona de conforto. O conceito é mais ou menos esse, com o perdão da literalidade.

Nossa bolha cultural

bolha_banner_blog03

Todos nós crescemos em uma bolha, inicialmente criada por nossos pais e sociedade em que nos encontramos. Não conhecemos nada além daquilo, esta é a vida que existe para nós.

Acontece que, conforme vamos crescendo, nos vemos na situação de poder aceitar ou não novos desafios, novas realidades se preferir.

Ao embarcarmos na mudança, estamos aumentando nossa zona de conforto, estando assim nos acostumando a mais uma nova realidade.

Este algo novo não nos assustará mais.

O problema está em chegar nesse ponto, visto que é como sair em uma jornada rumo ao desconhecido. É preciso coragem. É preciso desapego. É preciso querer.

Assim que nos desprendemos dos conceitos que aprendemos na infância, nos deparamos com o novo. É uma realidade que espanta, atrai, instiga, gera curiosidade.

Os desafios podem ser muitos, mas uma hora você os supera. Pode ser que não literalmente, mas pelo menos emocionalmente, deixando de se preocupar com seus efeitos.

Com essa barreira quebrada, você aumentou sua bolha, e assim criou um novo você. Esta nova persona já não se sente desconfortável em um ambiente assim, e por isso é mais forte, mais confiante.

Aumente sua bolha, filho!

bolha_banner_blog02

Beleza, muito lindo o discurso, daora mesmo. Mas, assim… como aplicar em minha vida?

Bom, o primeiro passo está em se permitir experimentar o novo. Se você irá gostar ou não, deixe para o seu eu futuro decidir.

Com isso em mente, tente sair de sua zona de conforto de forma cuidadosa e controlada. Não é preciso se jogar no mundo de uma vez. Podemos trabalhar a passos curtos.

Voltando ao exemplo da música, comece a procurar por novos artistas e ritmos. Você não é obrigado a gostar de nada, mas garanto que se surpreenderá com todas as novidades que encontrará por aí.

Quer uma ajuda? Segue abaixo alguns artistas que descobri recentemente e indico a qualquer um.

  • Lizzo
  • Lil Dicky
  • Billie Eilish
  • Lukas Grahan

*Se tiver outras indicações, por favor deixe nos comentários!

Ao se permitir entrar em novas situações, você perceberá que é mais forte do que acha. Aliás, você realmente entenderá o seu gosto, percebendo, de fato, o que te atrai ou não.

Mas, dessa vez, você saberá com certeza, porque se permitiu entender essa nova realidade.

O exemplo da música e o mais simples, mas existem tantos outros possíveis. Há diversos experimentos que você pode fazer para descobrir novas experiências.

Tente ler algo novo toda semana. Procure por novos livros a autores.

Abra o Netflix, assista o que tiver pela frente. Do documentário daquele cantor famoso até a série espanhola que todo mundo está falando.

Está na televisão, assista ao primeiro programa que encontrar. Você pode se viciar em programas de reforma ou culinária, quem sabe?

O grande resumo de tudo isso está em: você não tem que gostar de nada!

Aqui não há obrigação. Você somente deve se permitir entender novas realidades. Se vai gostar ou não, só saberemos depois.

Permita-se conhecer o novo e desbravar esse mundão.

O mundo é muito maior que sua bolha. Pensando nisso, não a deixe te prender em uma vida monótona e sem aventuras.

Muitas vezes, a vida que sempre sonhou está a sua frente. Mas você nunca deu o próximo passo.

divisoria

Se quiser conferir mais textos, fotos e conteúdos em geral, dê uma olhada em minhas redes sociais também!

Linkedin — Will Junqueira

Instagram — Will Junqueira

Pinterest — Will Junqueira 

bolha_pinterest_will

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s